Segunda-feira, 12 de Janeiro de 2009

...

Ainda não são 16:30???

Quero ir embora, quero ir para casa, apanhar este solinho que sabe tão bem...

Andar e pensar.

Ás vezes gostava de não pensar.

Pensar normalmente não me leva a lado nenhum.

Normalmente tomo as decisões num rompante.

Quando dou por mim, já está!!

Claro que preciso de tomates.

Agora se me ponho a pensar não chego a lado nenhum.

Há um motivo para sim, há um motivo para não.

Há a preguiça e a vontade de um final feliz, como nos filmes.

Há esta ânsia de querer perceber tudo.

Esta vontade de mandar nas vontades dos outros.

E afinal, os outros são como eu.

Têm direitos.

Que merda!!


Contado por ladybugstories às 15:20
link do post | Tell me | favorito
|
Sexta-feira, 9 de Janeiro de 2009

-2.50º

Bom dia!!

Está muito frio!!!

Vocês têm daquelas colegas que quando começam a falar nunca mais se calam??

Eu tenho :(

"-E blablabla... percebes??"

"-umm, umm, sim..."

Que é que ela estava a dizer mesmo?!

Do pai, do marido, do filho, do irmão, da prima, e da casa, e do frio...

Balha-me Deus!!!


Contado por ladybugstories às 09:33
link do post | Tell me | favorito
|
Sexta-feira, 14 de Novembro de 2008

Bem-vindo

Parecia que ia voltar, parecia, mas vou indo e vindo.

Fiquei estupefacta por ter um comentário.
Ainda há quem passe por aqui.
Meu cantinho…
Obrigado César pelo comment e também pela tua sinceridade.
Que seca seria se tivéssemos todos a mesma opinião.
Passávamos a dizer “umm”, “umm”, e sorrisinhos simpáticos para todo o lado.
Eu prefiro um bom bate-boca!
De preferência em boa companhia e com um bom vinho tinto.
Hoje é sexta e parece que vou ver os Madredeus ao vivo…
Bom fds!!

Contado por ladybugstories às 10:10
link do post | Tell me | favorito
|
Sexta-feira, 17 de Outubro de 2008

...

Éh pá, já nem me lembrava de como chegar aqui.

Andei por aqui às voltas e pronto cá estou!

São 9:30 e sozinha no office lembrei-me de voltar, para dizer mais uns disparates.

A LadyBug continua a mesma, sem ser a mesma, que isto da vida dá muitas voltas...

O vicio de escrever ainda continua, apesar do talento ser pouco.

Teimosias...

Beijinho da LadyBug,

I'm back, I'm back!


Contado por ladybugstories às 09:29
link do post | Tell me | Espreita (1) | favorito
|
Terça-feira, 3 de Abril de 2007

...

Deixo cair o meu copo no tapete, está pegajoso da bebida que já há muito consumi.

Não me preocupa que me suje os sapatos, ainda há pouco tão brilhantes.

A porta abre-se e sinto o ar frio da noite, tantas caras, cheias de esperança, tantos sorrisos partilhados…

Procuro o meu carro, mas já não sei se conheço o caminho, nem sei se quero ir.

Prefiro ir a pé, mesmo que fique longe, não me importa.

O vento espalha-me o cabelo pela cara, deixo de ver o caminho, e os carros que passam por mim parecem borrões de luz.

Uma das alças do vestido descai do meu ombro, esta noite não sinto o frio, será que existe?

Com as costas da mão tiro o pouco batom que me resta nos lábios, sinto-os molhados e lembro-me de tantos beijos que já dei, tantos suspiros, tantas gargalhadas que soltei e promessas que fiz.

Quero ir para longe, não importa do destino.

Amanhece, já não sei quantos quilómetros andei, quantos comentários ouvi pelo caminho, mas hoje sinto-me a personagem principal, sei que nada me atinge.

Porque é que tudo tem que ter uma explicação?

Sei que cheguei porque o sol está a nascer, agora já não posso fugir, esconder-me como se fosse apenas mais uma criatura da noite.

Odeia-me por ser assim!

Que posso fazer? Eu sou assim, e gosto…

 


Contado por ladybugstories às 17:58
link do post | Tell me | favorito
|
Quarta-feira, 21 de Março de 2007

Primavera

A Prima Vera tinha uns olhos verdes muito brilhantes, e quando as primas a chamavam com o característico sotaque do Norte, ela ia a correr com os seus caracóis pretos aos saltos.

- Óh Prima Bera! Anda cá à nossa beira!...

Ela adorava irritar a prima mais nova.

- Clara, diz lá o abecedário…

E a miúda com os seus 7 anos respondia da forma mais séria possível.

- A, V, C, D…

E a Prima Vera nem a deixava acabar, ria à gargalhada, mesmo com o olhar furioso lançado pela sua mãe.

- Olha lá, como é que tu dizes bola?

- Vola… És mesmo má! Óh mãe, a prima Bera está a gozar comigo…

Eram assim passados os verões no Norte, com as volas, as chiclas, os banhos no rio, a aletria da avó a arrefecer na adega, o pudim de café da tia Rosa, os beijos às escondidas na “loja” com o primo César…

 

Viva a Primavera, carago!


Contado por ladybugstories às 11:44
link do post | Tell me | favorito
|
Sexta-feira, 23 de Fevereiro de 2007

A primeira vez

No silêncio das tuas palavras mergulho na escuridão e digo o teu nome baixinho.

Existe uma verdade no teu olhar, aquela que me faz lembrar que no fundo não sou mais do que uma mulher.

Cruzamo-nos nas ruas desertas e não nos encontramos, como se fossemos transparentes. Mas eu quero que a tua luz me ilumine para que me encontre…

Estive tanto tempo perdida de mim, que me esqueci…

Quero finalmente respirar, sair da prisão que são os meus medos e viver como se fosse a primeira vez.


Contado por ladybugstories às 18:00
link do post | Tell me | Espreita (2) | favorito
|
Segunda-feira, 22 de Janeiro de 2007

Segunda-feira

Hoje abres as asas e sentes o ar frio da manhã, o céu está cinzento e húmido.

Tens coragem para saltar?

O som que ouves é de um riacho que tropeça nos trilhos milenares,

É verdade que mesmo de olhos fechados consegues ver tudo o que se esconde?

O teu ninho é feito de papel em tons de púrpura,

E os pingos de sangue que dele escorrem caem perdidos no meu peito.

Deixas os teus filhos sozinhos a chorar por ti,

Percorres mais uma vez o céu a vasculhar só mais uma refeição.

Recebo-te de olhos fechados e nem sinto as penas que deixas cair nas minhas mãos.

Curiosamente prefiro servir-te mais uma vez e ainda perguntar se queres que te ajude a abrir a janela para que chegues mais depressa a casa.


Contado por ladybugstories às 12:14
link do post | Tell me | Espreita (4) | favorito
|
Quinta-feira, 4 de Janeiro de 2007

Shakermaker

Sim, admito este post é única e exclusivamente dedicado ao Shakermaker porque teve o BOM gosto de me atribuir um Blogjob!!!

 

Pois bem caro Shaker, devo dizer que os seus textos fazem sempre sentir-me diminuída, digamos que quase perco a vontade de escrever aqui qualquer coisa, porque sinto-me ridícula. Com inveja de não ter o seu talento… é verdade!!! (ui…inveja é uma coisa tão feia!!!)

 

O meu Grand Prix vai para o seguinte texto:

 

NÓS-FORA-NADA

 http://honkytonkwomen.blogs.sapo.pt/36703.html

 

Pode até não ser o melhor, o mais bem escrito, mas é o que nunca vou esquecer.

Fiquei com vontade de ser uma incógnita, ter uns seios esferóides, ser a soma de um certo cateto, a sua hipotenusa…

 

 

Um beijo,

Espero que continue a ser muito mauzinho, e que para a próxima vez que me der um blogjob espero que digam que é porque sou uma fã incondicional….


Contado por ladybugstories às 18:02
link do post | Tell me | Espreita (1) | favorito
|
Quarta-feira, 3 de Janeiro de 2007

00:01

00:01; 00:02; 00:03

01 de Janeiro de 2007

Fujo da chuva de champanhe

Ano novo, vida nova?!

 

00:01; 00:02: 00:03

01 de Janeiro de 2006

Mergulho na piscina gelada

Ano novo, vida nova?!

 

00:01; 00:02: 00:03

01 de Janeiro de 2005

Fecho os olhos e desejo-te Feliz Ano Novo

Ano novo, vida nova?!

 

00:01; 00:02: 00:03

01 de Janeiro de 2004

Beijo na boca toda a gente

Ano novo, vida nova?!

 

00:01; 00:02: 00:03

01 de Janeiro de 2003

Muito baixinho para não acordares

Ano novo, vida nova?!

 

00:01; 00:02: 00:03

01 de Janeiro de 2002

Ainda ninguém sabe, mas eu sei…

Ano novo, vida nova?!

 

00:01; 00:02: 00:03

01 de Janeiro de 2001

As luzes da Figueira…

Ano novo, vida nova?!

 

00:01; 00:02: 00:03

01 de Janeiro de 2000

Praia da Oura, pijama vestido…

Ano novo, vida nova?!

 

Vestir a cuequinha azul, comer as 12 passas, beber o champanhe, ver o fogo de artifício e desejar um bom ano. Todos os anos sonhos novos, novas vontades…

Depois chega dia 2 de Janeiro e afinal está tudo na mesma, o mesmo frio, o mesmo trânsito, o mesmo stress no trabalho. A árvore de Natal que vai ficar montada possivelmente até Março…

A gaveta que vai ficando cheia de cuequinhas azuis que nunca mais foram vestidas, e estou a poucos meses de fazer anos outra vez, o que começa a ser uma chatice…

Podem ao menos mudar a passagem de ano para o Verão?! Muito mais fácil para vestir o vestido, calçar as sandálias e festejar, mulher sofre!!!


Contado por ladybugstories às 16:11
link do post | Tell me | favorito
|

.mais sobre mim

.Files

. Janeiro 2009

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

.pesquisar

 

.Janeiro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds