Segunda-feira, 22 de Janeiro de 2007

Segunda-feira

Hoje abres as asas e sentes o ar frio da manhã, o céu está cinzento e húmido.

Tens coragem para saltar?

O som que ouves é de um riacho que tropeça nos trilhos milenares,

É verdade que mesmo de olhos fechados consegues ver tudo o que se esconde?

O teu ninho é feito de papel em tons de púrpura,

E os pingos de sangue que dele escorrem caem perdidos no meu peito.

Deixas os teus filhos sozinhos a chorar por ti,

Percorres mais uma vez o céu a vasculhar só mais uma refeição.

Recebo-te de olhos fechados e nem sinto as penas que deixas cair nas minhas mãos.

Curiosamente prefiro servir-te mais uma vez e ainda perguntar se queres que te ajude a abrir a janela para que chegues mais depressa a casa.


Contado por ladybugstories às 12:14
link do post | favorito
Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


.mais sobre mim

.Files

. Janeiro 2009

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

.pesquisar

 

.Janeiro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.Files

. Janeiro 2009

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

.tags

. todas as tags

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds